ESTRELAS NO POÇO ♥




Acredite!
Mesmo no fundo do poço você pode ver estrelas...

Se você, por acaso, cair em um poço durante o dia, olhe para o céu e, em alguns instantes, será capaz de enxergar as estrelas.Você pode não acreditar,mas isso é um fenômeno cientificamente provado. O próprio poço,na sua densa escuridão,fará com que você enxergue além do que é permitido ver à luz do dia.Se você se encontrar em tribulação,em sofrimento,em um poço escuro,olhe para o Senhor Jesus!Você,então,começará a ver o que não via antes;perceberá que há proveito na tribulação,perceberá que,mesmo ocultamente,o Senhor está ali com você.Se o Senhor permitir que você caia em um poço,não se desespere.
Ali você poderá ver as estrelas enquanto aguarda o livramento de Deus."(Editora Árvore da Vida)

O que você procura?

Andar de modo digno do chamamento


(Efésios 4:1-3)

E assim habite Cristo nos vossos corações, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus (Efésios 3:17-19).

Efésios 3 nos mostra outra oração do apóstolo Paulo: “Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai, de quem toma o nome toda família, tanto no céu como sobre a terra, para que, segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior; e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade” (vs. 14-18).

Essa oração é para que conheçamos o ilimitado amor de Cristo, que excede todo entendimento, e desfrutemos suas medidas imensuráveis: largura, comprimento, altura e profundidade (vs. 17-18). Quem consegue dizer qual é a extensão do comprimento? Quem pode afirmar qual é a dimensão da largura? Ou ainda a medida da altura e a proporção da profundidade? Por isso o amor de Cristo excede todo o entendimento (v. 19).

Graças ao Senhor! Embora Seu amor seja imensurável e exceda todo o conhecimento, podemos desfrutá-lo com todos os irmãos (v. 18). E não apenas isso, podemos ser tomados de toda a plenitude de Deus, isto é, podemos ser enchidos de Deus (v. 19). No versículo 20 lemos: “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós”. Mesmo que não consigamos pedir tudo quando o Senhor tem para nós, nem sejamos capazes de pensar em tudo o que Ele nos quer dispensar, Ele é poderoso para fazer infinitamente mais.

Assim vemos que as bênçãos espirituais que desfrutamos por meio do dispensar de Deus a nós, tais como a escolha e predestinação do Pai, a redenção e o encabeçar do Filho e o selar e o penhor do Espírito, mencionados no capítulo um, tornam-se nossa experiência por meio do amor no capítulo três. Igualmente a salvação descrita no capítulo dois tem por objetivo que conheçamos, experimentemos e desfrutemos esse ilimitado amor mencionado no capítulo três, até que sejamos tomados, isto é, enchidos completamente da plenitude de Deus. Não éramos dignos de Seu amor, mas Ele quis dá-lo a nós. É esse amor que devemos viver na igreja. Individualmente jamais poderemos conhecê-lo ou prová-lo, mas com todos os santos esse amor é nossa porção. Aleluia!

(Alimento Diário)

Nenhum comentário:

Postar um comentário