Um testemunho de nossa prática

Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele (João 14:21) 



Leitura Bíblica (Lucas 9:23-24; Romanos 8:6; Apocalipse 3:8)

Paulo, Pedro e João são os principais apóstolos do Novo Testamento. Considerando o ministério de cada um deles, vimos que somente o de João permanecerá até a volta do Senhor.
Quanto ao ministério de Paulo, ele mesmo afirma tê-lo concluído (2 Tm 4:7). Seu ministério, a princípio, consistia em pregar o evangelho e estabelecer igrejas. No final de sua carreira, contudo, estando preso, Paulo ainda teve a oportunidade de completar suas epístolas e envia-las às igrejas.
Contudo, ao destacarmos a igreja em Éfeso, vemos que Paulo não conseguiu ajudar aos efésios adequadamente. Eles mesmos abandonaram o apóstolo (2 Tm 1:15), bem como suas palavras. Vinte anos depois, eles foram duramente repreendidos pelo Senhor, por intermédio de João (Ap 2:4-5), pois estavam vivendo segundo a vida da alma, enfatizando conhecimento, doutrinas e capacidades naturais.
No entanto, quando João chegou à Éfeso, mostrou aos irmãos o que eles deveriam praticar. Cremos que ele os ajudou a invocar o nome do Senhor para ter vida, a praticar Sua palavra e a negar a si mesmos (Jo 12:25; 13:17; 20:30-31). Essas são as virtudes de uma igreja louvada por Deus (Ap 3:8). Essas práticas são essenciais para aqueles que almejam viver segundo o desejo de Deus.
Por esse motivo nunca deixemos de invocar o nome do Senhor. Muitos podem pensar que essa é uma mera prática do momento. Mas nós testificamos que invocar o nome do Senhor Jesus é o melhor modo de voltarmos nossa mente para o espírito (1 Co 12:3). Quando vivemos no espírito, recebemos vida e paz (Rm 8:6).
Por essa razão o Senhor tem abençoado as igrejas que temos visitado em nossas viagens ao longo dos anos, pois sempre encorajamos os irmãos a permanecer nesse caminho de invocar o nome do Senhor em todo tempo. Também temos aprendido a negar a nós mesmos, a viver no espírito e a praticar a Palavra que temos ouvido. Essas são as condições para seguirmos o Senhor (Jo 12:25-26). O resultado disso são os frutos que têm sido acrescentados nas igrejas no Brasil e nos demais países da América do Sul, América Central, América do Norte, Europa e África. Várias pessoas, nesses lugares, estão invocando o nome do Senhor, guardando Sua palavra e vivendo no espírito. Essa é a continuação do ministério ulterior do apóstolo João em nossos dias.
Que o Senhor nos conduza a preservar a prática de invocar Seu nome e nos mantenha sempre no fluir do Espírito. Quanto mais invocamos Seu nome, mais da vida de Deus cresce em nós e mais vivemos no espírito. Ó Senhor Jesus! Amém!
(Dong Yu Lan)
http://radioarvoredavida.com/portal2013/index.php?option=com_content&view=article&id=536:um-testemunho-de-nossa-pratica&catid=47&Itemid=722



3 comentários:

  1. Olá! Aceito a parceria, gostei muito do seu blog!
    Já coloquei o seu button no meu blog, eu tenho três no lado direto do meu blog, escolha o que você quiser.
    Beijos, blog semana e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  2. Linda e abençoada postagem, que nos abençoa e edifica. Deus abençoe seu
    ministério aqui. bjsss

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga passando para te desejar um abençoado domingo, e alimentar a minha alma com essa leitura maravilhosa.
    Beijos e fica com Deus!

    ResponderExcluir