ESTRELAS NO POÇO ♥




Acredite!
Mesmo no fundo do poço você pode ver estrelas...

Se você, por acaso, cair em um poço durante o dia, olhe para o céu e, em alguns instantes, será capaz de enxergar as estrelas.Você pode não acreditar,mas isso é um fenômeno cientificamente provado. O próprio poço,na sua densa escuridão,fará com que você enxergue além do que é permitido ver à luz do dia.Se você se encontrar em tribulação,em sofrimento,em um poço escuro,olhe para o Senhor Jesus!Você,então,começará a ver o que não via antes;perceberá que há proveito na tribulação,perceberá que,mesmo ocultamente,o Senhor está ali com você.Se o Senhor permitir que você caia em um poço,não se desespere.
Ali você poderá ver as estrelas enquanto aguarda o livramento de Deus."(Editora Árvore da Vida)

O que você procura?

Você viveu o maior romance do planeta e foi correspondido.





Você já viveu um grande romance na vida? Nunca diga que não!  Você viveu o maior romance do  planeta e foi correspondido. Seu  romance era genético, instintivo e incontrolável. Nem Hollywood  filmou um romance tão dramático como o seu. Quando? Você era o  Romeu-espermatozoide, profundamente solitário e apaixonado pela Julieta-óvulo.Um mundo de obstáculos havia entre  você  e sua amada. Contudo, a vida só teria sentido se você a encontrasse e se unisse a ela.  Só assim você seria um ser completo. Você cometeu loucuras de amor para viver esse romance. Nunca alguém foi tão apaixonado pela vida  como você. Nunca alguém teve uma auto-estima tão sólida.Quando você encontrou sua Julieta, ainda não tinha uma  inteligência, apenas a memória genética. Mas, se conseguisse pensar,  talvez dissesse a ela: “Fui pisoteado, pressionado e esmagado. Escalei  montes altíssimos, nadei oceanos, corri enormes perigos para encontrá-la. De hoje em diante, eu e você seremos um. Jamais desistirei da vida, a amarei para sempre!”
O tempo passou e hoje é provável que você não seja tão  apaixonado pela vida. As dificuldades surgiram, a fadiga bateu-lhe à  porta, o medo roubou-lhe a paz e a ansiedade assaltou-lhe a alegria.  Suas atividades sociais, conta bancária e tensões profissionais  entulharam a sua emoção. Seus sorrisos já não são tão espontâneos e  nem freqüentes.   Talvez você esteja tão ocupado que nem ache tempo para  dialogar consigo mesmo. É provável que você cuide de todo mundo,  mas tenha se esquecido de você mesmo. Talvez seja bom você fazer  um “stop introspectivo”: pare e repense seriamente o que você tem feito com sua vida.
Será que você não se auto-abandonou?

Se estiver se sentindo velho e aprisionado, não desanime, pois o  destino não é um fato inevitável, mas uma questão de escolha. Opte por libertar-se do cárcere da emoção.

Lembre-se sempre de que no início da sua história você era  fragilíssimo e solitário, mas foi um gigante. Agora você adquiriu uma  fantástica inteligência e enormes habilidades e, além disso, possui pessoas que o amam e que você ama. Portanto, mais do que nunca,  você tem todos os motivos para superar suas barreiras e vencer suas  dores emocionais. O medo da dor as aumenta. Enfrente-as!
(Augusto Cury)

Nenhum comentário:

Postar um comentário