Nunca pare de lutar.



O que vem pra tentar ferir o valente de Deus em meio às suas guerras? que ataque é capaz de fazê-lo olhar pra trás e querer desistir? Que terrível arma é usada pra tentar paralisar sua fé? Cansaço, desânimo logo após uma vitória, a mistura de um desgaste com um contra-ataque do mal, a dor de uma perda ou a dor da traição, uma quebra de aliança que é a raiz da ingratidão. Se alguém está assim, preste muita atenção, ouça o que vem do coração de Deus: Em tempos de guerra nunca pare de lutar, não baixe a guarda, nunca pare de lutar. Em tempos de guerra nunca pare de adorar, libera palavra, profetiza sem parar, que o escape, o descanso, a cura, recompensa vem sem demora!
- Ludmila Ferber


Um comentário: