Lavrador que trabalha.


            Nossa vida espiritual teve início com a regeneração. No momento em que cremos no Senhor Jesus como nosso Salvador, algo extraordinário ocorreu em nossas vidas. Foi-nos dado o privilégio de nascermos de novo só que, dessa vez, espiritualmente.Esse fato espiritual deu início a uma história entre nós e Deus. Isso aconteceu graças ao fato de alguém nos ter evangelizado. Segundo o apóstolo Pedro, fomos “regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível” (1 Pedro 1: 23).
           Isso significa que pela regeneração foi introduzida uma semente em nós. Sabemos que essa semente é a vida de Deus que está em Sua Palavra. Portanto, desde esse dia, temos algo plantado em nosso interior.
            Deus, ao semear a Si mesmo em nós, fê-lo com a expectativa de colher os devidos frutos a seu tempo. Por um lado, nós somos a terra onde o Senhor semeou algo; por outro, também devemos cultivar o que foi semeado em nós.
           Em 2 Timóteo 2: 6, lemos: “O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a participar dos frutos”. O apóstolo Paulo utilizou a figura de um lavrador para representar como deve ser o caráter de um homem de Deus. O homem de Deus deve ser alguém que cuida daquilo que Deus semeou. Podemos dizer que Deus espera que produzamos dois tipos de frutos: virtudes e pessoas.
          A semente que nos regenerou contém o DNA do nosso próprio Senhor. Isso significa que, ao cultivarmos a vida de Deus que está em nós, seremos capazes de manifestar as virtudes que o Senhor Jesus tinha em Seu viver terreno. Pelo registro bíblico, podemos notar que foram muitas. O Senhor era paciente, longânimo, possuía domínio próprio, era temperante, amava os homens, era fiel, e tinha outras tantas virtudes.
         Podemos cultivar a vida de Deus que há em nós por meio do regar da Palavra de Deus (Isaías 55: 10 – 11). Por meio de nosso contato com a Palavra, regamos nossa terra, e a semente divina é induzida a crescer e manifestar virtudes (Gálatas 5: 22-  23).
         À medida que a vida de Deus cresce por meio do regar da Palavra, somos levados a pregar o evangelho e salvar outras pessoas. Quando isso acontece, também estamos produzindo frutos para o Senhor. Esse tipo de fruto é o descrito em João 15: 16.
          Por fim, como um lavrador que trabalha, devemos ser diligentes e perseverantes no cultivo da semente divina que está em nós. Estejamos sempre junto à palavra de Deus a fim  de sermos regados por ela. Também mantenhamos comunhão com nosso amado Senhor Jesus, que é o nosso sol, pois, com certeza, o Senhor colherá os devidos frutos que Ele tanto espera, e nós também poderemos desfrutar de cada um deles. Jesus é o nosso Senhor!

(Jornal Árvore da Vida/Número 210)

2 comentários:

  1. Oi preciosa amiga.
    Eu glorifico a Deus pela semente que foi semeada em nossos corações e por hoje nós podermos estar na presença Dele.
    Que este último mês do ano seja muito abençoado para você e sua família.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém,Neiva.Louvado seja Deus que Se plantou em nosso ser.
      Obrigada de coração.Que seja assim na sua vida também.Que seu lar,sua vida e sua família seja muito abençoado.
      Abraços!

      Excluir